Pages

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

O fogo inesquecível... U2.


Acima, o palco da mais nova turnê do U2: 360º World Tour. A imagem por si só, já diz tudo! A sensação de estar no meio da multidão e fazer parte do coro de músicas, como por exemplo: "Sunday, bloody, sunday", "Where the streets have no name", "Bad", "I still haven't found what I'm looking for" e tantas outras, é algo indescritível. Você tem que estar lá...

Procurando pela web, encontrei esta versão da clássica "With or without you", inteiramente tocada em violinos. Fantástica!


segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Por-do-sol... Algo que me inspira.

A Catedral da Sagrada Família, em Barcelona. Construída em 1883.

A foto acima é do Porto de Belém, em Portugal.

Os Portões de Brandemburgo, em Berlim. Construídos em 1791.

Pico do Jaraguá, em São Paulo. Essa foto eu tirei nas férias de 2009. Imagem única, não?! Essa beleza de montanha fica perto da minha casa.

Londres nos mostra como fica linda e longe de ser uma "cidade cinza".

Com o Pacífico banhando o seu litoral, temos Los Angeles. Ai, ai... Espero que você esteja mais do que feliz, darling!

Do outro lado, temos "a esquina do mundo", Nova Iorque. Perfeita!

Sobre a ponte Alexandre Dumas, o sol acaricia Paris e a deixa mais bela do que nunca! Essa cidade, sim, merece o título de "Cidade Eterna".

Positano, na Toscana. Cidade de Andrea Bocceli. Sem comentários!

A nossa querida cidade do Rio de Janeiro. Apesar de tudo, nos presenteia com imagens como esta!

De volta à Costa Oeste dos Estados Unidos, agora é São Francisco e sua Golden Gate, cidade de Harvey Milk.

Baía de Sidney, na Austrália. Cidade que possui um dos mais lindos reveillons do mundo!

Put the blame on Mame, boys.

Margarita Carmen Cansino (mundialmente conhecida como Rita Hayworth), filha de Eduardo Cansino e Volga Hayworth, começou a sua carreira apresentando-se em cassinos na fronteira dos Estados Unidos com o México.

Ainda usando o nome de Rita Cansino assinou um contrato com a FOX em 1935. Acima, com 19 anos.

Sua estréia foi como coadjuvante em "Sob o luar dos pampas", um faroeste passado na Argentina. Seguiu-se uma lista de papéis secundários. Em 1937, casa-se com Edward Judson, seu empresário na época. Foi quando trocou o seu sobrenome para Hayworth e a cor dos seus cabelos, de castanhos escuros para um tom de ruivo (auburn), que a deixaria mais famosa e a levaria à Columbia Pictures. Uma lenda associada à sua carreira, é que aquela imagem da Diva que é o símbolo da Columbia seria inspirada na atriz.

Na Columbia, alternou papéis de protagonista e coadjuvante. Por fim, sua sorte começou a mudar quando foi emprestada à MGM para fazer "Uma Mulher Original" (ao lado de Joan Crawford). Outro empréstimo, agora de volta à FOX, onde estrelou em 1941, "Sangue e areia", interpretando Doña Sol, ao lado de Tyrone Power. Filme que a alçou à condição de "lenda e mito sexual". Retorna à Columbia e estrela filmes como: "No compasso do Amor", ''Bonita como Nunca""Meus dois Carinhos" (com Frank Sinatra e Kim Novak). Rita, sem dúvida alguma, foi a estrela maior da década de '40!

A fama de maior estrela da década e uma das mulheres mais imitadas e desejadas do mundo não se alinhavam com sua vida pessoal. O casamento com Edward, durou pouco mais de 5 anos. Em 1943, foi a vez de Orson Welles, com quem estrelou "A Dama de Xangai". Ainda protagonizou "Os amores de Carmem""Uma viúva em Trinidad", ambos com Glenn Ford (dizem que foi sua história de amor mais incompreendida). E ao contrário que todos pensam, não foi Grace Kelly a primeira atriz que virou princesa, e sim Rita. Quando em 1949, casou-se com o príncipe Aly Kahn, relacionamento que durou 4 anos.

Estrelou ao lado de Fred Astaire nos filmes: "Ao compasso do Amor" (1941) e "Bonita como Nunca" (1942).

Acima com Glenn Ford, no clássico "Gilda", de 1946. Filme que é considerado o mais importante e lucrativo de sua carreira, apesar de ter participado de outras grandes produções e fenômenos de bilheteria para aquela época. Mas é justamente deste, que em uma entrevista, Rita disse a frase que definiria a sua vida particular: "A maioria dos homens se apaixonam por Gilda, mas acordam comigo".

Do casamento com Orson Welles, nasceu Rebecca e Yasmin, do Príncipe Aly.

Rita Hayworth foi incluída pelo American Film Institute, na lista das 50 lendas do cinema. Diagnosticada com Alzheimer, no início dos anos '80, morreu na casa da sua filha e princesa, Yasmin.

RITA HAYWORTH - 17/10/1918 - 14/05/1987

Abaixo, a cena que imortalizou essa belíssima mulher e decididamente "Nunca haverá mulher como Rita".


domingo, 24 de janeiro de 2010

Não pare de acreditar... Jamais.


E a minha torcida (e de quem tem a ver com este post!), foi recompensada na última entrega dos Globos de Ouro. "Glee" venceu na categoria de "Melhor série de comédia/musical".

Sem mais comentários!

Abaixo, o vídeo que é a cara desta série inovadora e que celebra uma fase de nossas vidas que é tão cheia de altos e baixos, mas que pode ser MARAvilhosa. Basta somente à você escolher, qual o final que ela terá!



quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

O Olhar de Danny Elfman sobre a música.

Daniel Robert Elfman, nasceu em 29 de Maio de 1953 e começou a sua carreira como líder da banda Oingo Boingo, cujo maior sucesso foi "Stay", no final dos anos '80. Foi nesta época também, que começou à fazer trilhas para filmes, onde atua até hoje e é responsável por inúmeros sucessos. Certa vez disse que sua inspiração vem de nomes como Nino Rota (La dolce vita) e Carl Staling (A turma do Gaguinho).

Já foi indicado ao Oscar de "Melhor Trilha-sonora" por 4 vezes: Milk - A voz da igualdade, Peixe Grande, Gênio Indomável e Homens de preto.

A sua parceria com o diretor de cinema, Tim Burton já rendeu ótimos trabalhos. Citarei apenas alguns deles:

Os fantasmas se divertem, Batman - O retorno, Edward mãos de tesouras, A lenda do Cavaleiro sem cabeça, Marte ataca, Peixe grande e suas histórias maravilhosas, A fantástica fábrica de chocolate, O estranho mundo de Jack e A Noiva cadáver.

É responsável também pelos sucessos: Homem-Aranha, Simpsons - O filme, O Exterminador do futuro - A salvação, Hulk, Chicago, Dick Tracy, Planeta dos macacos, Prova de vida e O procurado (Angelina Jolie e James McAvoy) e você também pode conferir esse enorme e prestigiado talento, toda semana na abertura da série Desperate Housewives.

Desde 2003 é casado com a atriz (sumidinha, é verdade!) Bridget Fonda e deste relacionamento, é pai de Oliver. Mas tem duas filhas de outro casamento.

Abaixo, seguem dois distintos exemplos deste artista brilhante.





quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

It's all about the dresses.

Todos já sabem que AVATAR foi o grande vencedor da noite e que James Cameron levará o Oscar de diretor (de novo!). Mas o que todos (inclusive eu) gostamos no fundo, mesmo, é ver como que esse povo estava vestido. Então segue o meu olhar sobre a situação. Mais uma vez, vejo que elas e eles não sabem o que fazer (no quesito moda) com os salários absurdos que ganham! E olhe que nenhum deles pagou pelas roupas. Imaginem se pagassem?! Vamos começar com celebridades que NÃO ACERTARAM!

Julia Roberts pode fazer parte do "Olímpo de Hollywood" mas com esse vestido vintage (adoro esse termo, eles usam para definir roupa feia!) de Yves-Saint Lourent (pasmem!) e sapatos Louboutin, vai é para o Hades do mundo da moda. Mais credo, impossível! Já Patricia Arquette, optou por um estilo "estou feia e gorda e daí"?! Mas pelo menos, eu fui ao Globo de Ouro e você?! Nem perdi o meu tempo em descobrir quem fez tamanha aberração!

Mariah "peitos" Carey não teve o menor problema em levá-los para passear. Mickey Rouke e seu chapéu cowboy, sua corrente, sua lapela de cobra... aff, deixa pra lá. E por fim, Sandra Bullock (que deve levar o Oscar, mesmo!) com seu "vestidinho" Bottega Veneta. Alguém anotou a placa do caminhão, por favor?!

Agora sim, os meus eleitos com louvores! Acima, Jennifer Garner e seu belíssimo Atelier Versace (jóias Bulgari) e a talentosíssima Toni Collette e seu MARAvilhoso Eli Saab (blin blin by Choppard).

E para completar as belas: Penelópe Cruz de Armani Privé (jóias da Choppard) e Emily Blunt usando um divino vestido de organza rosa by Dolce & Gabbana (detalhe: o par de braceletes da fofa é Tiffany &Co. vale míseros 3.5 milhões de doláres).

É meu bem, quem pode, pode. Quem não pode: ME OLHA!!! Fui.

Beijos.

domingo, 17 de janeiro de 2010

A sua casa é a sua vida.


"Tempo de Recomeçar" é uma produção de 2001 e relata a jornada de George Monroe (interpretado por Kevin Kline), um arquiteto que sonhou construir sua propria casa, um refugio no penhasco à beira-mar. Mas, George deixou que o trabalho, o tempo e as circunstancias o distanciassem de seu sonho e, quando se deu conta, tinha envelhecido, estava desempregado, divorciado e afastado da familia e dos amigos.

Agora, ele está determinado a construir a casa, nem que seja a ultima coisa que faça! A principio, ele faz o projeto sozinho, pois o seu filho adolescente (interpretado por Hayden Christensen) não se interessa por nada que ele faça e sua ex-esposa (a belissima Kristin Scott Thomas) e vizinhos não acreditam que ele vá levar a ideia adiante. Porém, aos poucos, a força e a determinação do arquiteto contagiam as pessoas à sua volta a medida em que George vai concretizando o seu sonho. Em paralelo, vemos que na verdade, ele está reconstruindo a sua vida, principalmente, reconquistando o amor da esposa e do filho.

Você já parou para pensar onde chegou até hoje na sua vida?! Não digo em questões financeiras, mas sim pessoais. O seu trabalho é apenas para pagar as contas ou você levanta todos os dias com o mesmo prazer e entusiasmo do primeiro dia?! Ele ainda te dá prazer?! Sei que é difícil conciliar ambos, mas procure fazer isso. Construa a sua casa juntamente com a sua vida. Faça dela um lugar aconchegante, familiar, calorosa, cercada apenas de coisas e pessoas que te façam bem. Construa ambas em cima de uma rocha!

E para finalizar, quero registrar que em 2010 procurarei fazer apenas o que eu gosto. Não quero mais perder o meu tempo com coisas ou pessoas que me aborrecem. Já tomei a primeira decisão neste sentido. Foi apenas o primeiro passo. Posso contar com a ajuda de quem lê e passa pelo olhar?! Abaixo, o premiadíssimo compositor Mark Isham (Nada é para sempre, A rede, Céu de Outubro, Cine Majestic entre outros) e o tema deste filme que está mais do que recomendado e aprovado.

Abraços.